História das Raças – Border Collie
» » História das Raças – Border Collie

História das Raças – Border Collie

O Border Collie descende dos cães da Escócia. O seu nome é proveniente da região dos pequenos vales dos Border, na fronteira com a Inglaterra. Os animais se desenvolveram com a ajuda de pastores que habitavam a região.

Depois que a Rainha Victoria, em Balmoral, adotou um Collie, o Border Collie, que tem cruzamento com pastor autóctones, tomou a forma conhecida hoje. O nome do cão foi registrado na American Kennel Club em 1995.

Inteligentes e agitados, os cães da raça adoram brincar. Se os seus donos acompanharem seu ritmo de atividades, ele será um companheiro fiel e leal. Focado, fica concentrado em tudo que faz e gosta de caçar outros animais. Portanto, cuidado com as aventuras que o Collie pode enfrentar, eles encaram os outros cães e isso costuma irritá-los com frequência. Só desconfia e protege seus donos em relação a estranhos.

A expectativa de vida mínima dos cachorros é de 12 anos, enquanto a máxima é de 15. Medem de, no mínimo, 45 centímetros até 55 centímetros. Podem pesar entre 13 e 20 quilos. A aparência é atlética, robusta e forte. O tronco é ligeiramente mais longo que o comprimento das patas, a cernelha. A pelagem pode variar entre longa e lisa. Em ambas, os pelos podem ser densos e macio, protegendo contra doenças. Pode ter cor preta com manchas brancas no rosto, pescoço, patas, pernas e ponta da cauda. Pode ser bicolor, tricolor ou cor sólida, exceto o branco. É comum encontrar animais pretos, branco e com detalhes castanhos.O pelo precisa ser escovado ou penteado de uma a duas vezes por semana.

As patologias que acometem essa raça são displasia no quadril e atrofia da retina. Os exames sugeridos são quadril e olhos. Os tratamentos indicados são fisioterapia, magnetoterapia e fototerapia.