Curiosidade: viagem com pets
» » Curiosidade: viagem com pets

Curiosidade: viagem com pets

Atualmente, são comuns as viagens com os animais de estimação. Mas, apesar disso, muitas dúvidas ainda existem sobre o assunto. Ir para um hotel que seu pet não conhece, por exemplo, pode gerar algumas reações no bichinho. Por isso, é importante levar objetos familiares como brinquedos, cama, comedouro e bebedouro. Dessa maneira, o nível de estresse pode diminuir e a adaptação ser mais fácil.

O local no qual o animal vai ser transportado varia de acordo com o porte dele. Em carros, os de pequeno porte podem ser levados em cadeiras de transporte, coleira com cinto de segurança ou caixa de transporte do tamanho ideal – o animal deve conseguir virar para os lados e ficar confortável. Para os de grande porte, as recomendações são as mesmas. Mas devem ser transportados no porta-malas ou em porta-malas aberto de carros utilitários esportivos (SUV). Nos carros, a temperatura deve ser agradável e o ar condicionado nunca deve incidir sobre o bichinho.

Para as viagens de avião, os cuidados e exigências são maiores,  tanto para os donos quanto para as companhias aéreas. Para as internacionais, é exigida a vacina antirrábica com pelo menos 30 dias de antecedência da data de embarque. A carteirinha de vacinação, além de estar atualizada, deve conter o selo da vacina, carimbo e assinatura do veterinário responsável. Para proteger os animais, é bom verificar as vacinas das doenças virais e bacterianas do país de origem. Para evitar transtornos, fique atento às rotas e o mínimo de idade que as companhias permitem para os pets.

Consultar um médico veterinário é fundamental para o planejamento da viagem. Eles ajudam a providenciar e verificar todas as exigências para o destino escolhido.